Login

Lost your password?
Don't have an account? Sign Up

Dicas de Harmonização

Como amantes do vinho, sabemos que degustar uma bela taça da bebida durante uma refeição é um prazer indescritível. E essa experiência pode ser tornar ainda melhor quando harmonizamos corretamente o vinho com os pratos que serão servidos. Por isso, selecionamos algumas dicas que podem ajudar você a fazer a combinação ideal entre a bebida e a refeição.

A harmonização nada mais é do que criar combinações que proporcionem experiências gastronômicas únicas para o paladar. Ela possibilita evidenciar nuances e sabores de ambos os elementos, tornando a sua refeição muito mais prazerosa.

Para começar, é importante que se leve em consideração algumas características do vinho:

  • acidez;
  • teor alcoólico;
  • corpo;
  • taninos.

Essas características devem ser associadas também aos elementos do prato, como temperatura, nível de açúcar, concentração de sal e acidez, por exemplo.

Foto: por 8photo – freepik.com

Para começar, equilibre o peso do vinho com o peso do prato servido. Vai servir peixe cru ou grelhado? Opte por um vinho mais leve, rico em aromas, como um Sauvignon Blanc ou um Chardonnay. O casamento entre bebida e comida vai acentuar os sabores tanto do prato, quanto do vinho.

Espumantes harmonizam muito bem com frutas e sobremesas. A acidez serve como contraponto para a doçura dos pratos sugeridos e complementam perfeitamente a refeição.

Para carnes mais gordurosas, o vinho ideal precisa ser mais intenso, mais intenso assim como o sabor da preparação. Por isso, escolha vinhos feitos a partir das uvas Merlot ou Cabernet Sauvignon.

Outra forma de harmonizar seu vinho com a refeição é por contraste de sabor. Tem um vinho mais adocicado na geladeira? Aposte em uma tábua de frios, que geralmente têm o sal bastante pungente nos sabores. Essa combinação por contraste ajuda o nosso paladar a “perceber” melhor os elementos principais do vinho e do alimento. Esse choque de sabores proporciona uma explosão de sabores no nosso paladar.

Em suma, a harmonização nada mais é do que um exercício (delicioso, diga-se de passagem) de como combinar sabores. É claro que nem todas as combinações que aqui citamos são consideradas as ideais para todos os paladares, mas certamente você vai encontrar uma harmonização que te proporcione uma experiência incrível. Para encontrá-la, basta uma boa preparação e uma taça de vinho para acompanhar. Saúde!